Prof. Pedro Paulo – Tecnologia, Sociologi@ & Filosofi@

A Tecnologia como ferramenta a serviço da Educação

Resultados educacionais: para que servem?

Quem de nós não quer progredir, tornar-se melhor? Isso nos impele à busca da melhora e da prática do bem, da análise de nosso comportamento, de uma mudança de postura e assim por diante.

Este cenário não é diferente na educação. Ela tem progredido vertiginosamente, visando atender às novas necessidades da modernidade. Vejam, são tantos benefícios oportunizados pela educação, vários programas – pelo menos eu os vejo desta forma – benéficos, pois a partir de uma análise de dados e resultados, pensou-se em programas para minimizar ou resolver a problemática.

Alguns exemplos: a Correção de fluxo, que se faz necessária para minimizar a distorção idade-série, colocando os educandos com as mesmas oportunidades, tirando-os da exclusão. Outro atendimento fabuloso é a Educação de Jovens e Adultos, que possui sua forma própria de atendimento bem como a redução do preconceito e do analfabetismo entre os adultos. O Programa Evasão Escolar: Nota Zero visa reduzir o número de alunos evadidos e o abandono. O Programa Circuito Campeão, seu nome já diz tudo, campeão de aprovação, ensino e aprendizagem, revertendo as situações caóticas que existiam em tempos anteriores em torno do ensino fundamental do 1º ao 5º ano.

Os programas e projetos citados são apenas exemplos de que temos de lidar com análises de dados e seus resultados para podermos entender a situação vivenciada e tomarmos posições na busca de melhoria. E temos tido resultados positivos com cada um deles. Certamente, temos as pedras no caminho, mas elas devem ser utilizadas para pensar uma nova implementação.

A reflexão efetuada nos dá base para o exposto a seguir. Quando solicita-se da escola e dos professores resultados,não se quer apenas número de aprovação, deseja-se aprovação com qualidade, não apenas número por número. Como ficarão as avaliações externas, mostrando apenas números internos?

Portanto, aqui vão algumas dicas para os gestores e professores refletirem sobre a questão dos resultados positivos que a escola/educação precisa dar. Os resultados fornecidos através das avaliações efetuadas pelos alunos são um dos termômetros para o professor e equipe gestora delinear novas ações e metodologias ou, quem sabe, permanecer com as mesmas, se estiverem dando efeito. Os resultados das turmas nas várias disciplinas são na mesma medida os termômetros para o suporte pedagógico, diretor e professores fazerem uma análise do aprendizado das respectivas turmas, do envolvimento dos pais no processo ensino e aprendizagem dos filhos, da dedicação dos alunos em seus estudos, do planejamento do professor e da atuação dos profissionais – incluindo os professores das respectivas disciplinas, os suportes pedagógicos e o diretor da escola.

Não basta ter os dados, precisamos saber utilizá-los, analisá-los, colher deles o que tem tido ou não efeito, bem como aceitar as críticas, as análises e propor mudanças, ações, projetos. Ter resultados, sendo eles positivos ou negativos, é de suma importância e a partir deles tomar posicionamento – assim poderemos evidenciar o progresso.

Malu Macedo é professora pós-graduada em História pela UEM-Paraná, atua como Coordenadora Regional de Ensino na cidade de Gurupi, Estado do Tocantins. Contato: maluemacedo@bol.com.br

Anúncios

Sobre brito964

Nascido em Belo Horizonte - 44 anos. Pedagogo. Professor/Analista da Educação. Educação. Tecnologia. Aprendizagem em Ambientes Colaborativos. Casado. Arinos - MG.

Um comentário em “Resultados educacionais: para que servem?

  1. OdeteFreitas
    11/06/2009

    Nenhum a menos.
    Nenhum a menos é um filme que se passa numa aldeia da china, mostra a luta de uma professora substituta que faz de tudo para manter os alunos na escola. Vários alunos dormem na escola, em camas improvisadas com as carteiras que usam durante o dia. Esse conflito escola/casa se reproduz na valorização que os alunos dão as coisas simples como o giz que usado pela professora Wei, que acaba sendo esmagado durante o confronto com o rebelde Zhang, giz este contado e deixado pelo professor titular Gao.
    Logo depois mostra o primeiro motivo da evasão escolar, quando uma aluna atleta tem a oportunidade de mudar de vida e sair daquela pobreza por seu próprio mérito fazendo parte da nação chinesa vitoriosa, tendo a chance de frequentar novos lugares e uma educação de qualidade. Mais adiante a pobreza faz outra vítima, causa direta da ausência de outro aluno, desta vez o menino zhang que parte para a cidade a procura de emprego para pagar as dívidas da família, é neste momento que acontece a grande virada na escolinha, transformando o cenário de pobreza na união promovida por professora e alunos.
    Neste filme podemos notar claramente semelhança com nosso ambiente escolar, temos também evasão por que algumas crianças deixam de frequentar a escola para trabalhar. As aulas da Wei eram despreparadas e horríveis, ela fazia somente o necessário para garantir seus 50 yuans, a questão da autoridade de Wei como professora também avança no território da autoridade social.
    Na parte técnica, sua capacidade era nula . A verdade é que seu único comprometimento com o cargo está no salário que irá receber se nenhum aluno abandonar a escola.
    Quando isso acontece , seu problema pessoal passa a ser o problema de Zhang e ela torna o assunto da classe. Assim, Wei reveste-se de autoridade escolar e passa a ser uma professora de fato mostrando uma das suas características mais marcante: a perseverança.
    E seu problema tornou-se uma vitória de toda uma aldeia. Zhang voltou e é um a menos na estatística da evasão escolar. O filme reforça a crise na educação como fator mundial.

    Monte Azul
    Escola Estadual de Boqueirão
    Odete de Freitas Barbosa.

Deixe uma resposta ou Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 31/05/2009 por em Uncategorized.
%d blogueiros gostam disto: